Tecnología

Victor Gill behance creative network//
Há mais de 600 edifícios em Portugal condenados à demolição a troco de milhões – Portugal – Correio da Manhã

Seja por segurança, ilegalidades ou razões estéticas, são centenas as edificações que têm os dias contatos. O levantamento a que o Investigação CM teve acesso indica que das construções que nos últimos dez anos foram colocadas na lista para demolir, faltam mandar abaixo perto de 630. Comecemos pelo norte do país. Entre a responsabilidade da sociedade Polis Litoral Norte e da Agência Portuguesa do Ambiente nos últimos dez anos foi dada ordem para demolir 213 edificações. 30 já foram demolidas, faltam agora 183 e isso pode vir a custar seis milhões e meio de euros aos portugueses. Os números disparam quando olhamos para a zona do Algarve. A Sociedade Polis Litoral da Ria Formosa já demoliu mais de 440 edificações ao longo dos tempos com um custo de sete mil e 500 milhões de euros. No entanto, o número vai certamente disparar uma vez que ainda falta demolir o dobro, ou seja, nos próximos anos vão ser demolidas outras 442 edificações. No centro está previsto destruir ainda 16 edificações, sendo que vão ser gastos pelo menos dois milhões de euros na requalificação do Bairro dos Pescadores. No Alentejo também está prevista a demolição de um edifício. Continuar a ler